Últimas

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Bagunça evangélica, isso realmente existe?

Vajam como a diversidade de pensamentos e atitudes relacionada ao evangelho de Jesus Cristo descaracterizam o verdadeiro propósito da "Igreja santa e imaculada" que Deus tem nesta terra, quero mostrar para vocês um artigo que está logo abaixo, uma matéria de autoria da Laura Capriglione, 54, que é jornalista e fala das diversas linhas de raciocínios, de diversos lideres espirituais e seus envolvimentos diretos ou indiretos com a política, deixando claro a inconsistência e a descredibilização do evangelho iniciado por Cristo a cerca de dois mil anos atrás pela visão dos que estão de fora da igreja, ou seja uma verdadeira bagunça denominada "evangélica".

As pessoas que estão de fora, me refito aos leigos na fé, quando veem uma igreja cristã, querem ver refletindo nela a imagem e as mesmas atitudes que Cristo teve no passado, e deveria ser assim quando as pessoas olhassem para todas as outras Igrejas denominadas "Cristãs", todas elas usam a mesma bíblia e professam tela como única regra de fé, mas infelizmente não é assim que está acontecendo, nós vemos muitas igrejas com valores e atitudes diferenciadas deixando de ser cristocêntrica e valorizando mais o homem, os valores pessoais, materiais e por aí vai.


Leia Também: ISLAMISMO PODE DOMINAR A EUROPA EM BREVE.

Ultimamente temos visto e ouvido uma candidata que se denomina "cristã" defendendo e apoiando muitas propostas de leis que favorece o ativismo gay, e logo depois de ser pressionada, sabendo que como cristã não deveria apoiar coisas do tipo "casamento igualitário no Brasil, que permite a união entre pessoas do mesmo sexo" e também "a defesa do PLC 122/2006, que equipara a discriminação contra gays aos crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor". teve que mudar parte do seu programa de governo por não passar segurança, primeiramente como uma Cristã como ela se denomina e muito menos como candidata ao governo do nosso pais, e tudo isso para agradar a quem, a igreja, o mundo, a Deus?


Este é o problema da política partidária, cristão não deveria se envolver com política, cristão não tem partido nesta terra, para falar a verdade nem somos dela, vivemos nela mas como se não estivéssemos nela.


O dever do cristão é e sempre será "influenciar" este é o dever máximo do cristão, seja com a sua vida, seja pregando seja cantando, você meu caro leitor deste blog, não diga que estou sendo antibíblico com esta declaração, sei e reconheço que na bíblia existiram grandes homens de Deus envolvidos na política do passado como: José, Daniel, Davi que foi rei e por aí vai, só defendo um cristão entrando na política se for inteiramente guiado e enviado por Deus, e quando chegar lá tem de deixar Deus trabalhar, tem que defender com unhas e dentes os princípios bíblicos, para que o reino de Deus venha ser glorificado e testemunhado pelas pessoas que estão de fora e não termos que nos deparar com declarações difamatórias como esta que se encontra no texto a seguir tirada "Blog da  LAURA CAPRIGLIONE do site yahoo", veja se quiser a matéria na integra aqui.


Leia também: GRÃ-BETANHA VAI DEIXAR DE SER CRISTÃ EM 2030, AFIRMA ESTUDO.



"O preconceito que iguala os evangélicos é o mesmo que considera Marina sua representante

A Igreja Universal do Reino de Deus, na figura do bispo Edir Macedo, é favorável à interrupção voluntária da gestação, ao aborto. O pastor Silas Malafaia, de um dos ramos da Assembléia de Deus, é contra. E também é contra ampliar os direitos da comunidade LGBTTT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e transgêneros).Tal atitude é bem diferente da Comunidade Cidade de Refúgio, igreja evangélica de matriz neopentecostal liderada por um casal de lésbicas, as pastoras Lanna Holder e Rosania Rocha, para as quais Deus distribui seu amor igualmente entre todos.Muitos adventistas são vegetarianos.A bispa Sônia Hernandes, da Igreja Apostólica Renascer em Cristo, não é vegetariana. Ela adora assistir às sangrentas lutas de MMA enquanto se veste com roupas de grifes famosas (sem dispensar as jóias H. Stern, é claro!).Já o apóstolo Valdemiro Santiago, da Igreja Mundial do Poder de Deus, nem sabe bem o que é uma grife. Para ele, o legal é usar um chapéu de vaqueiro e uma toalha branca no pescoço, que ele chama de “ungida” (depois de empapada de suor, ele a oferece aos milhares de fiéis que comparecem aos seus cultos; dizem que faz milagres).Tem igreja evangélica para todos os gostos e humores.Tem a Bola de Neve, do surfista e empresário Rinaldo de Seixas Pereira, cujos cultos são celebrados em um púlpito em forma de prancha, ao som de reggae e rock.Tem o Ministério de Louvor Diante do Trono, da cantora, compositora e pastora Ana Paula Valadão, que já ministrou uma cerimônia vestida com uniforme militar, para ordenar a todas as mulheres presentes que “batessem continência para o General Jesus”, e “erguessem suas Bíblias como se fossem armas para derrotar os inimigos da família, inimigos da vida financeira, inimigos do chamado ministerial e da vida profissional”.A amostra já deu? Pois tem muito mais. É só percorrer as ruas das grandes cidades para ver quantas milhares de combinações produzem as palavras-chave Ministério, Amor, Jesus, Cristo, Caminho, Luz, Senhor, Deus, Jeová, Canaã, Igreja, Missão, Missionário, para formar nomes de igrejas.São denominações minúsculas, instaladas tantas vezes na garagem da casa do pastor, até chegar a outras, gigantescas, com milhões de fiéis e sistema de rádio e TV. Encontram-se nos bairros ricos, nas periferias, nas tribos de índios, nas cadeias. Nos quilombos e nos muquifos.Cada uma vem com sua visão de mundo, estratégia de sobrevivência, formas de arrecadação de fundos.Há as que aceitam cartão de crédito e débito, as que só trabalham com dinheiro e as que não estão nem aí para o vil metal, como uma que encontrei em Tocantins, que só aceita doações em mandioca, para alimentar a fábrica de farinha que funciona atrás do templo pobrezinho.Tal diversidade explica-se pela origem. A nota mais característica da Reforma Protestante de Martinho Lutero (século 16) é exatamente aquela que deu a cada leitor da Bíblia o poder de acessar a palavra de Deus sem intermediários –na tradição católica, esse papel é monopolizado pela Igreja e seus sacerdotes. É, portanto, constitutiva do protestantismo a polifonia de interpretações sobre a religião, a moral e a vida.Esqueça o “manda quem pode, obedece quem tem juízo”, vigente entre os católicos. Discordou do pastor, dos métodos, dos cânticos, dos ensinamentos? Vá para outra igreja! Ou, se não houver nenhuma boa o suficiente para os seus propósitos e sonhos, funde a sua própria!Eis a razão por que é tão estúpido o preconceito contra os evangélicos. Porque trata todos como se fossem iguais, como se acreditassem nas mesmas coisas, como se tivessem um pensamento único, um só líder (como o papa), uma só hierarquia (como a Católica).Aliás, a rivalidade atual, verdadeira guerra fratricida cheia de denúncias recíprocas, entre a Igreja Universal do Reino de Deus (do bispo Edir Macedo) e a sua dissidência, a Igreja Mundial do Poder de Deus (do apóstolo Valdemiro Santiago) mostra que, às vezes, o maior inimigo de uma igreja evangélica é… outra igreja evangélica. Marina Silva (PSB), portanto, não é a representante dos evangélicos na disputa presidencial. Ela é apenas mais uma evangélica entre 42,3 milhões de brasileiros (Censo IBGE 2010), gente que, em comum, tem o fato de acreditar na justificação única pela fé que vem de Deus. Daí para frente, é o mundão."

Leia Também: NOSSA VIDA CRISTÃ, UMA NOVELA COM QUASE NENHUMA NOVIDADE. 

As declarações deste texto mostra que existe igreja para todos os gostos, com diversos pensamentos e até pessoas com práticas homossexuais que contraria a bíblia mas também se dizem cristãos, isso tudo querendo mostrar para o mundo que a igreja não tem mais credibilidade, por isso quero deixar aqui um incentivo e uma palavra de apoio aos remanescentes do verdadeiro evangelho puro e genuíno de Jesus Cristo, fique firme na rocha que é Cristo, dando sempre um bom testemunho com a sua vida e busque a salvação de sua alma!

Graça e paz.

Edu Alves.
Viva uma vida de Renúncia!

Se gostou deixe seu comentário!

Postar um comentário

Gostou deste artigo!
Então deixe um comentário.

 
Copyright © 2014 Vida de Renúncia. Designed by OddThemes