Últimas

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Jesus, a razão do natal.

Não podemos deixar de falar neste dia de Natal sobre JESUS, o grande motivo desta data que comemoramos, por isso quero deixar logo abaixo, alguns atributos e profecias encontradas na bíblia onde descrevem tudo que Jesus representa para a humanidade.
Falar de Jesus é algo infinito. A Bíblia tem 2 mensagens básicas: Jesus virá (Velho Testamento) e Jesus Voltará (Novo Testamento). Tudo está centralizado em Jesus, pois esta foi a decisão do Pai desde a eternidade: 

Descobrindo-nos o mistério da sua vontade, segundo o seu beneplácito, que propusera em si mesmo, de tornar a congregar em Cristo todas as coisas, na dispensação da plenitude dos tempos, tanto as que estão nos céus como as que estão na terra; Nele, digo, em quem também fomos feitos herança, havendo sido predestinados, conforme o propósito daquele que faz todas as coisas, segundo o conselho da sua vontade. 

(Efésios 1: 9-11)

O homem que não está em Cristo decidiu por si mesmo ficar longe de Deus. É em Cristo que Deus quer agregar todas as coisas. É como se fosse um enorme barco no oceano, é a única esperança da raça humana naufragada em seus pecados. 


Vejamos alguns atributos de Jesus: 

O Príncipe da Paz (Isaías 9.6) 

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz. 

O Justo que domina (II Samuel 23: 3-5) 

Disse o Deus de Israel, a Rocha de Israel a mim me falou: Haverá um justo que domine sobre os homens, que domine no temor de Deus. E será como a luz da manhã, quando sai o sol, da manhã sem nuvens, quando pelo seu resplendor e pela chuva a erva brota da terra. Ainda que a minha casa não seja tal para com Deus, contudo estabeleceu comigo uma aliança eterna, que em tudo será bem ordenado e guardado, pois toda a minha salvação e todo o meu prazer está nele, apesar de que ainda não o faz brotar. 

Deus Conosco (Mateus 1.23) 

Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco. 

O Salvador (Mateus 1.21) 

E dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados. - JESUS = JE (Jeovah) + SUS (Salvação) 

A Árvore da Vida (Apocalipse 22.14) 

Bem-aventurados aqueles que guardam os seus mandamentos, para que tenham direito à Árvore da Vida, e possam entrar na cidade pelas portas. 

O Pão da Vida (João 6.35) 

E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede. 

O Cordeiro de Deus que tira o pecado (João 1.29) 

No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. 

Filho de Deus (Mateus 16.16) 

Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo. 

A Luz da Vida (João 8.12) 

Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. 

O Rei e Majestade (Filip. 2: 5-11) 

De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz. Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, e toda a língua confesse que Jesus Cristo é o SENHOR, para glória de Deus Pai. 

A Nossa Paz (Miquéias 5: 2-5 / Efésios 2:14) 

E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre os milhares de Judá, de ti me sairá o que governará em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade. Portanto os entregará até ao tempo em que a que está de parto tiver dado à luz; então o restante de seus irmãos voltará aos filhos de Israel. E ele permanecerá, e apascentará ao povo na força do SENHOR, na excelência do nome do SENHOR seu Deus; e eles permanecerão, porque agora será engrandecido até aos fins da terra. E este será a nossa paz. (Miquéias 5: 2-5) 
Porque ele é a nossa paz, o qual de ambos os povos fez um; e, derrubando a parede de separação que estava no meio. (Efésios 2:14) 

O Único Salvador (Atos 4.12 / João 1. 10-12) 

E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos. (Atos 4:12) 
Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu. Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, aos que crêem no seu nome. (João 1: 10-12) 

O Caminho , A Verdade e A Vida (João 14.6) 

Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. 

A Esperança de Deus (Colos. 1.27) 

Aos quais Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, esperança da glória. 
Ao único Deus sábio, Salvador nosso, seja glória e majestade, domínio e poder, agora, e para todo o sempre. Amém. (Judas 25) 

O Único Mediador (I Tim. 2.5 / Hebreus 9:15) 

Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. (I Timóteo 2:5) 
E por isso é Mediador de um novo testamento, para que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia debaixo do primeiro testamento, os chamados recebam a promessa da herança eterna. (Hebreus 9:15) 

A Videira Verdadeira (João 15: 1,5) 

EU sou a videira verdadeira, e meu Pai é o lavrador. (1) Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. (5) 

A Eterna Palavra da Vida (I Jo 1.1-2 / 5. 11-12 / João 1. 1-4) 

- O QUE era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida. Porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e nos foi manifestada. (I Jo. 1: 1-2) 
- E o testemunho é este: que Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho, quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida. (I Jo. 5: 11-12) 
- O princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens. (João 1: 1-4) 

O Justo Juiz (II Tim. 4.8 / Atos 10.42 / João 3.17-19) 

Desde agora, a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, justo juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amarem a sua vinda. (II Tim. 4:8) 
- E nos mandou pregar ao povo, e testificar que ele é o que por Deus foi constituído juiz dos vivos e dos mortos. (Atos 10:42) 
- Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más. (João 3: 17-19) 

O Cabeça da Igreja (Colos. 1:18) 

E ele é a cabeça do corpo, da igreja; é o princípio e o primogênito dentre os mortos, para que em tudo tenha a preeminência. 

Criador e sustentador de todas as coisas (Colos. 1: 16-17) 

Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades. Tudo foi criado por ele e para ele. E ele é antes de todas as coisas, e todas as coisas subsistem por ele. 
Fonte: Rei Eterno


A verdadeira história do Natal é a história de Deus se tornando um ser humano na Pessoa de Jesus Cristo. Por que Deus fez isso? Porque Ele nos ama! Por que o Natal foi necessário? Porque precisávamos de um Salvador! Por que Deus nos ama tanto? Porque Ele é o próprio amor (1 João 4:8). Por que celebramos o Natal a cada ano? Como gratidão pelo que Deus fez por nós, lembramo-nos do Seu nascimento através da troca de presentes, quando o adoramos e ao sermos especialmente conscientes dos pobres e dos menos afortunados.

Que Deus abençoe a todos os meus amigos que seguem este blog e lembrem-se, celebre este natal pensando na pessoa de Jesus Cristo.

Se gostou deixe seu comentário.

Viva uma vida de renúncia
Edu Alves.

Postar um comentário

Gostou deste artigo!
Então deixe um comentário.

 
Copyright © 2014 Vida de Renúncia. Designed by OddThemes