Últimas

segunda-feira, 11 de março de 2013

A mulher deve ou não ser submissa ao marido?


A mulher deve ser submissa ao marido?
Esta é mais uma questão polêmica que atinge os casais dentro das igrejas evangélicas e tem conseguido destruir muitos casamentos, a falta de entendimento da palavra de Deus tem contribuído muito para a desestruturação da família dentro da igreja, hoje em dia a esposa e o marido tem se tornado muito independentes, passam horas ou até dias longe um do outro, por causa dos longos compromissos e isto acaba prejudicando o amor, o afeto, o carinho e a união familiar que todos nós deveríamos preservar.

Com o esfriamento do amor e o sentimento de independência, autocontrole e achar que não depende mais do outro parceiro, as pessoas tendem a não se sujeitar mais ao convívio familiar onde são impostas regras básicas para sucesso do casal e a longevidade conjugal. Ao deixar de cumprir essas regras passa a não existir mais o casamento, algumas dessas regras são: Cuidado, abraço, ouvir, investir, respeitar, ceder, e por ai vai.

Mas voltando ao assunto, a mulher deve ou não ser submissa ao marido?

Veja abaixo um dos textos bíblicos mais conhecido entre o povo de Deus que declara como a esposa deve se portar diante do marido e da mesma forma o esposo.

“As mulheres sejam submissas ao seu próprio marido, como ao Senhor; porque o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja, sendo este mesmo o salvador do corpo. Como, porém, a igreja está sujeita a Cristo, assim também as mulheres sejam em tudo submissas ao seu marido. Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, para que a santificasse, tendo-a purificado por meio da lavagem de água pela palavra, para a apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito. Assim também os maridos devem amar a sua mulher como ao próprio corpo. Quem ama a esposa a si mesmo se ama.  Porque ninguém jamais odiou a própria carne; antes, a alimenta e dela cuida, como também Cristo o faz com a igreja;  porque somos membros do seu corpo.  Eis por que deixará o homem a seu pai e a sua mãe e se unirá à sua mulher, e se tornarão os dois uma só carne.  Grande é este mistério, mas eu me refiro a Cristo e à igreja.  Não obstante, vós, cada um de per si também ame a própria esposa como a si mesmo, e a esposa respeite ao marido”. Efésios 5: 22-33

No site Got questionsencontrei um texto que explica bem sobre a oriem da submissão na bíblia que vale a pena conferir abaixo:

Este é um assunto muito importante em relação ao casamento e também à vida cotidiana. Deus estabeleceu o ato de submissão em Gênesis. No começo, por não haver pecado, não havia autoridade para o homem obedecer exceto a autoridade de Deus. Quando Adão e Eva desobedeceram a Deus, o pecado entrou no mundo e então foi preciso autoridade. Por isso, Deus estabeleceu a autoridade necessária para que fossem cumpridas as leis da terra e também para que tivéssemos a proteção que precisávamos. Primeiro, precisamos nos submeter a Deus, que é a única forma de verdadeiramente obedecermos a Ele (Tiago 1:21 e Tiago 4:7). Em I Coríntios 11:2-3 lemos que o marido deve se submeter a Cristo como Cristo se submeteu a Deus. Então o verso diz que a esposa deve seguir seu exemplo e se submeter a seu marido. Outros versos sobre Cristo se submetendo a Deus são encontrados em Mateus 26:39 e João 5:30.

Submissão é a resposta natural da liderança em amor. Quando o marido ama a sua esposa como Cristo ama a igreja (Efésios 5:25-33), então a submissão é a resposta natural da esposa a seu marido. A palavra grega traduzida submeter (Hupotasso) é a forma contínua do verbo. Isto significa que se submeter a Deus, nossos líderes e nosso esposo não é uma decisão de um momento apenas. É uma atitude contínua de nossas mentes, que se torna um padrão de comportamento. A submissão de que se fala em Efésios 5:24 é: “assim como a igreja está sujeita a Cristo”. Este verso está dizendo que a esposa deve se submeter a seu marido em tudo o que é correto e justo. Conseqüentemente, a esposa não está sob nenhuma obrigação de desobedecer à lei ou negligenciar seu relacionamento com Deus.

A mulher foi feita de uma costela retirada do lado de Adão; não feita de sua cabeça para governá-lo ou de seus pés para ser por ele pisada, mas de seu lado, para ser igual a ele, sob seu braço para ser protegida e perto de seu coração para ser amada. A “sujeição” em Efésios 5:21 é a mesma palavra em 5:22. Os crentes devem submeter-se uns aos outros na reverência de Cristo. Os versos 19-21 são todos resultados da plenitude do Espírito Santo (5:18). Os crentes plenos do Espírito Santo devem ser adoradores (5:19), agradecidos (5:20) e submissos (5:21). Paulo então segue sua linha de pensamento em relação a uma vida plena do Espírito e aplica isto aos maridos e esposas nos versos 22-33.

E você o que acha?
Dixe um comentário!

Edu Alves.
Viva uma Vida de Renúncia!

Postar um comentário

Gostou deste artigo!
Então deixe um comentário.

 
Copyright © 2014 Vida de Renúncia. Designed by OddThemes